Make your own free website on Tripod.com

Auxilio visual para aulas de

Leite – ECONOMIA FINANCEIRA – UFPB: 2000.

 

 

2.6 -  DETERMINAÇÃO DA TAXA DE JUROS REAL

 

 

1. Equilíbrio Intertemporal

 

O equilíbrio intertemporal é determinado pela interação dos três seguintes componentes do modelo de escolha e transformação intertemporal:

a) Processo de Escolha Intertemporal:   U = f(Yp, Yf)

b) Mercado Financeiro:  Wf = Yfo +  Ypo( 1+ r)

c) Curva de Transformação Intertemporal: F(Yp, Yf) = 0

    A interação dessas funções pode ser representada graficamente

 

 

 

EQUILIBRIO  POUPANÇA-INVESTIMENTO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No ponto I, as taxas de escolha e transformação intertemporais são iguais (r = k).  Na ausência de custos de intermediação,. essas taxas de captação e aplicação determinam a taxa de juros “ r”  da intermediação financeira. Dadas essas taxas, o individuo com preferências A é induzido a poupar   (r < r), consumindo menos que sua renda (Cpo < Ypo), enquanto que o individuo com preferências B é induzido a tomar emprestado (r > r), consumindo ou investindo mais que sua renda (Cp1 > Ypo).

 


 

2.    Determinação da Taxa de Juros Real

 

a) Componentes: A taxa de juros real “r”  é determinada pela interação das forças de  oferta e demanda de poupanças no mercado financeiro onde:

 

b) Oferta de Poupanças:  S= f(r; ρ,  Io) 

    A oferta de poupanças depende diretamente da taxa de juros “r” e da dotação de rendas Io dos agentes poupadores agindo de acordo com suas preferências intertemporais ρ);

 

c) Demanda de Poupanças:  I = f(r; k, Xo)

   A demanda de poupanças para o investimento (I)  ou para o consumo de agentes consumidores depende inversamente da taxa de juros  real “r”, agindo esses agentes de acordo com suas preferências intertemporais (ρ)  e opções de transformação intertemporal (k). 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


3. Mercado Financeiro

O mercado financeiro é compreende as atividades e interesses de três grupos de agentes econômicos:

a) Agente poupadores que oferecem poupanças

b) Agentes intermediários que intermediam o processo de coleta e

   aplicação de poupanças

c) Agentes investidores e consumidores: que utilizam as poupanças  alheias.

tudo de conformidade com a análise feita neste e no capítulos anterior.