Make your own free website on Tripod.com

Auxilio visual para aulas de

Leite – ECONOMIA FINANCEIRA – UFPB: 2000.

 

6.1 – Títulos de Crédito

 

 

1. Características Fundamentais

 

1.1 – Títulos – Classificação:

a)     Títulos de Propriedade: Representam propriedade de bens econômicos que geram fluxos de caixa . Ex. ações, opções,                                         quotas de participação, cotas de capital.

b)     Títulos de Crédito: Representam direitos sobre cessão temporária de Capital e geram fluxos de caixa.

1.2 – Definição de Títulos de Crédito:  Os T/C são instrumentos representativos de uma operação de crédito, estabelecendo as condições de pagamento do principal e dos juros, bem como o prazo da operação.

1.3 -   Origem dos Títulos de Crédito:

a)     Dívida Pública: Títulos do Tesouro, Banco Central, Estados e Municípios. Exemplos: ORTN, NTN, LTN, etc.

b)     Dívida Privada: Títulos de  Instituições Financeiras, Empresas e Público.  Exemplos: CDI, CDBs, Debêntures,  L/Cs, N/Ps.

1.4 Formatos: Os T/C podem ter os formatos Nominais, Endossáveis, Ao Portador e Escritural (registro contábil).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


2.    Tipos de Títulos de Crédito

 

 

2.1  – Definição: Quanto ao pagamento do principal e dos juros, os T/C podem ser classificados em dois grupos: títulos de  desconto e títulos de renda.

 

a)      Os títulos de desconto tem um valor nominal (Pn) e não pagam juros, sendo negociados na base do desconto.

b)      Os títulos de renda tem um valor nominal (Pn) e pagam juros periódicos, geralmente semestrais.

  

 

3. Títulos de Desconto

2.1 – Definição: São títulos de crédito que não pagam juros, tendo um desembolso inicial (Po) e um valor nominal pagável no vencimento (Pn). São transacionados com base em desconto.

2.2 – Exemplos:  LTN, LBC,  N/P

2.3 -   Valor: O preço ou valor autal de um título de desconto pode ser determinado por desconto simples ou composto

 

 

 

 

 

 

 

 


                                                                                            

 

Po = Pn / (1 + i)n

 

Valor (preço) por desconto composto:

 

 

 

 

Valor (preço)

por desconto simples:

 

 Po = Pn [1 – id*t / 360]

 
 

 

 


 

NNota: O  principal título de desconto do Brasil, a LTN, é negociado na  base

             de  desconto simples,com taxa anualizada (ia) e prazo em dias (t)

 

Problema:  Determine o valor atual (PU) de uma LTN de R$1.000,00  vencível  em 150 dias. Escolha e justifique escolha da taxa de desconto à luz da realidade atual  brasileira.

 

 

 
 

 

 

 

 


3. Títulos de Renda

2.1 – Definição: São títulos de crédito que pagam juros periódicos (Ct) , incidentes sobvre o valor nominal(Vn), que é pago no vencimento. As parcelas de juros (Ct) são denominadas cupões.

2.2 – Exemplos:  BBC, BTN, OTN

2.3 -   Valor:  O valor ou preço (Po) do título de renda é o valor atual dos seus benefícios.

FLUXO DE BENEFÍCIOS DE UM TÍTULO DE RENDA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Po = Valor atual dos benefícios

Ct = Cupões (juros periódicos)

Pn =  Valor nominal

 
 

 

 

 

 

 


4. Denominação de Títulos Públicos

                 Tradicionalmente, os títulos públicos têm as seguintes denominações:

a) Letras: São títulos desconto, de curto prazo (n< 360d) , usados nas operações de mercado aberto  (Controle monetário). Ex. LTN , LBC

b) Notas: São títulos de renda, de prazo médio (1 ano < n < 2)utilizados no processo de financiamento do défícit público;

c) Bônus: São títulos de renda, de  longo prazo (n > 2 anos) utilizados no financiamento de obras públicas.

               Nota: Esta regra não tem sido sempre seguida no Brasil.

 

 

 

3. Brasil – Títulos da Dívida Interna

 

1 -  Títulos de curto prazo:

1.1 -  LTN - Letras do Tesouro Nacional (Lei 1079/70 e Decreto-lei 2376/87)   são títulos de desconto, c/prazo 28/360 dias, e Vn de Cr$1.000,00

1.2 -  LTN-F - LTN - Flutuantes (Res. CMN 1142/86)  são títulos de renda, com cupões de taxas flutuantantes, pagos a cada  63 dias, prazo de vencimento mínimo de 378 dias e Vn de Cz$1.000,00.

1.3 -  LFT - Letras Financeiras do Tesouro ( Decreto  2376/87)  são títulos de prazo indefinido, com Vn de Cr$1.000,00

1.4 -  BBC - Bônus do Banco Central (Res. CNM 1780/90)  são títulos de desconto, com prazo mínimo de 28d, Vn múltiplo de Cr$ 1.000,00  resgate no vencimento.

1.5 - LBC - Letras do Banco Central são títulos de desconto, com Vn de Cr$1.000,00, com juros pagáveis no vencimento com base na taxa SELIC.

 

2 -  Títulos de prazo médio:

2.1 - BTN-E - Bônus do Tesouro Nacional Série Especial (Lei 8024/90) são títulos de renda, com cupões de 6% a.a. incidente sobre o Vn corrigido monetáriamente

2.2  NTN - Notas do Tesouro Nacional (Lei 8177/91, Dec. 317/91 e 334/91.  Há diversos tipos de NTN de prazo curto, médio e longo com diferentes  cupões e métodos de correção do valor nominal

2.3  NBC e NBC-E - Notas do Banco Central (Res. CNM 1841/91) são títulos com prazo de 3 meses e 1 ano, com rentabilidade calculada com base na Taxa Referencial Diária, e  métodos diferentes de pagamento dos juros.  

 

3 -  Títulos de longo prazo:

3.1 - BTN  - Bônus do Tesouro Nacional (Lei 7777/89) são títulos de renda de longo prazo (25 anos), com cupões semestrais de 12% incidente sobre valor nominal Vn de Cr$1,00 reajustado monetáriamente de acordo com a cotação do dólar.

3.2 - NTN - Nota do Tesouro Nacional (Lei 8177/91, Dec. 317/91 e  334/91). Há diversos tipos de NTN de prazos curto e  médio e longo com diferentes cupões e métodos de correção do valor nominal, identificados por letras.

3.3 - TDA - Títulos da Dívida Agrária.São títulos com prazo de 25 anos emitidos para indenização de terras desapropriadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4. Brasil – Títulos da Dívida Externa

           

1) Títulos com taxas de juros flutuantes:

     a) NBM = New money bonds (Bônus de dinheiro novo)

     b) IDU = Interest due bonds (Bônus de juros atrazados)

     c) EI = Eligible Interest bonds (Bônus de juros elegíveis)

     d) MYDFA = Multi-year Deposit Facility Agreement

     e) DCB = Debt conversion bonds (Bônus de conversão da dívida)

 

2) Títulos com taxa de juros fixas:

     a) Exit = Exit bonds (bônus de saída)

     b) Global  = Global bonds (Bônus globais)

 

3) Títulos com taxas de juros variadas:

     a) FLIRB = Front loaded interest reduction bonds (bônus de redução

                         de juros carregados à frente)

     b) C = Capitalization bonds (Bônus de capitalização

     c) PAR = Par bonds (Bônus ao par)

           

            Excetuando os FLIRB e os Globais, de emissão mais recente, que são regidos pelas condições de mercado, os demais títulos foram emitidos em conexão com o processo de reestruturação da dívida bancária externa do Brasil, após a moratória de 1986, através de árduas negociações com o sindicato de bancos credores. É nesse contexto que devem ser entendidos nomes tais como NBM, IDU, DCB, MYDFA e Exit bonds que  são indicativos de acordos referentes às situações criadas ou vividas durante os diversos anos de negociação.

 

 

    TíTULOS DA DíVIDA PÚBLICA EXTERNA BRASILEIRA

 

Nome

Valor

Nominal

Valor da Emissão

Data da

Emissão

Data de

Vencimento

 

Cupões

sprd = 0,8125%

NBM

$250,000.

$0,67 Bi

 15.10.88

15.10.99

LIBOR + Sprd 

IDU

$1.000,00

$7,10 Bi

01.01.91

01.02.01

LIBOR + Sprd

EI

$1.000,00

$5,60 BI    

15.04.94

17.04.06

LIBOR + Sprd

FLIRB

$250.000.

$1.70 Bi 

15.04.96

15.04.09

Tx poupança

EXIT

$250.000.

$1.06 Bi 

15.09.89

16.09.13

6%

DCB

$1.000,00

$8,50 BI 

15.04.94

16.04.12

LIBOR + Sprd

NBM

$1.000,00

$2.10 bi 

15.04.94

15.04.09

LIBOR + Sprd

C

$1.000,00

$7.30 BI   

15.04.94

15.04.14

Complexos

PAR

$250.000.

$10.5 Bi

15.04.94

15.04.24

Crescentes

DISC

$250.000.

$7.30 Bi

15.04.94

15.04.94

LIBOR + Sprd